Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 14/04/2016 10:31 - Atualizada em: 14/04/2016 14:53
Dia Internacional do Café: conheça a história da produção em Lavras e veja vídeo da InovaCafé
InovaCafé lança vídeo institucional no Dia Internacional do Café

Clique no play para ver o vídeo institucional lançado pela InovaCafé neste Dia Internacional do Café

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

Hoje, dia 14 de abril, é comemorado em todo o mundo o Dia Internacional do Café. A data homenageia uma das bebidas mais apreciadas do mundo. No Brasil, ele é consumido puro, pingado, carioca, cappuchino, americano, expresso e de muitas outras formas, o café faz parte da vida do brasileiro.

Em Lavras o primeiro registro de café tem a data de 22 de julho de 1867, um documento redigido na Câmara Municipal faz menção ao início da produção de café no município, no lugar denominado Boa Vista.

A produção de café na região se expandiu rapidamente e em 19 de dezembro de 1880 tem início à navegação do rio Grande, com o vapor "Dr. Jorge", nome dado em homenagem ao Dr. José Jorge da Silva, o maior incentivador da navegação no rio Grande. A regularidade do transporte começou em janeiro do ano seguinte, com uma viagem semanal entre Ribeirão Vermelho a Cachoeira da Bocaina, no município de Piumhi.

O vapor contava com uma tripulação de 10 homens e possuía dois lanchões de madeira para o transporte de cargas, como: sal, couro, fumo, lenha, queijos e café; e um saveiro de ferro para o confortável transporte de passageiros. Uma viagem durava em torno de um dia e meio até Piumhi e três dias de retorno. Algum tempo depois, após o início de suas atividades, a empresa passou para a administração da Estrada de Ferro Oeste de Minas.

O vapor foi construído nos Estados Unidos por uma firma do Mississipi, veio para o Brasil onde foi montado por técnicos da indústria naval americana.

Em 15 de setembro de 1903 é inaugurado em Lavras o Engenho Central de Lavras, uma grande usina beneficiadora de café, uma das maiores empresas do ramo na região, de propriedade da firma Botelho & Salles.

Em Perdões, no ano seguinte, no dia 10 de outubro de 1904, é inaugurada uma das maiores usinas beneficiadoras de café da região, de propriedade da firma J. J. Torres & Cia. O empreendimento gerou um grande número de empregos, chegando até mesmo a agitar a economia daquela localidade.

Em outubro de 1906, de acordo com o levantamento feito pelo secretário da Câmara Municipal, Pedro Xavier de Moura, no município de Lavras havia 81 produtores de café cadastrados.

Com a criação da Escola Agrícola, em 1906, a produção de café em Lavras e região teve um impulso e hoje a Universidade Federal de Lavras é referência mundial neste setor. Atualmente, o Brasil é considerado o maior produtor e exportador de café do mundo, seguido do Vietnã e da Colômbia, parte deste desenvolvimento da indústria cafeeira do Brasil passou e passa pela Ufla.

 

InovaCafé articula parceria com a maior cooperativa de café do mundo

Com o objetivo de possibilitar a colaboração entre a Universidade Federal de Lavras (Ufla) e a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda (Cooxupé), a Agência de Inovação do Café (InovaCafé) recebeu ontem, quarta-feira, dia 13, uma comitiva da cooperativa composta pelo presidente, Carlos Alberto Paulino da Costa, Mário Ferraz, o gerente de desenvolvimento técnico, Mário Ferraz de Araújo, o coordenador de Gestão da Qualidade e Ambiental, Élcio Ferreira do Nascimento e o engenheiro de produção, Marcelo dos Reis Casagrande.  

Atualmente a cooperativa já apresentou uma carta de intenção para desenvolver iniciativas junto ao Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Café (INCT Café) sediado na InovaCafé e também com a empresa incubada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica (INBATEC/UFLA), a AgroFitness Tecnologia Agrícola, a qual produz e distribui insumos agrícolas eficazes, desenvolvidos a partir de extratos de vegetais que atuam no combate preventivo a doenças em cultivos comerciais, sem prejuízos ao homem e ao meio ambiente.

Após conhecer a estrutura da agência, a comitiva se reuniu com o diretor da InovaCafé, professor Luiz Gonzaga de Castro Junior, com o coordenador do INCT Café, professor Mário Lúcio Vilela de Resende e com o assessor do reitor para assuntos interinstitucionais, professor Antônio Nazareno Guimarães Mendes para alinhar a possibilidade de possíveis parcerias. Na ocasião foi apresentado em primeira mão o vídeo institucional da agência, que foi lançado hoje, quinta-feira, dia 14 em comemoração ao Dia Internacional do Café.

Afim de ter mais informações sobre os vários aspectos relacionados ao armazenamento de café e finalizando a programação, a comitiva se reuniu com o tutor do Núcleo de Estudos em Pós-Colheita do Café (Pós-Café) e também professor da Ufla, Flávio Meira Borém, responsável pelo desenvolvimento de pesquisa sobre embalagens e métodos de armazenamento para cafés especiais.

Atualmente a Cooxupé possui mais de 12 mil cooperados – 84% deles pequenos produtores que vivem da agricultura familiar –, recebendo café produzido em mais de 200 municípios de sua área de ação, localizada nas regiões do Sul de Minas, Cerrado Mineiro e Vale do Rio Pardo (no estado de São Paulo). Pensando na diversificação de seus negócios, a Cooxupé também possui projetos como torrefação própria, auxilio na produção e comercialização de milho, fábrica de rações, laboratórios para análise do solo, geoprocessamento, entre outros investimentos.

Clique aqui e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você.
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli
 

 
Leia também:
 
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras