Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 12/04/2016 11:32 - Atualizada em: 12/04/2016 15:13
Concurso de Perdões: MP ouve testemunhas e filho do prefeito renuncia ao cargo de secretário
Ministério Público está ouvindo testemunhas no inquérito que investiga suposta fraude no concurso da prefeitura de Perdões

Prefeitura de Perdões (Foto: Jornal de Lavras)

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

A Prefeitura de Perdões abriu concurso público para preencher vagas no serviço público municipal. O concurso, que foi realizado no dia 10 de janeiro, foi muito questionado, isso porque familiares e amigos do prefeito Fernando Siqueira, o "Fernando Piau", como é conhecido na cidade, passaram facilmente e preencheram as principais vagas.

Diante de tantas especulações e denúncias, em fevereiro deste ano, o promotor de justiça da cidade de Perdões, Vladimir Sossai, instaurou procedimento investigatório relacionado ao concurso e, para isso, o Promotor solicitou à população que eventuais informações, relevantes e idôneas, fossem encaminhadas à Promotoria de Justiça.

As denúncias foram surgindo e uma em especial provocou muita confusão: um morador da cidade foi até a Câmara Municipal, numa reunião que foi realizada no dia 4 deste mês de abril, e levou um áudio com uma conversa entre duas pessoas, sendo uma delas o filho do prefeito de Perdões, Ranan Siqueira. No áudio, Renan, que é filho do prefeito e ocupava o cargo de Secretário Municipal, revelou como funcionou o esquema que beneficiou apenas os apadrinhados e parentes do prefeito.

O denunciante entregou ao presidente da Câmara Municipal e aos vereadores a transcrição do áudio, o mesmo procedimento ele fez ao Ministério Público. Na conversa, além de revelar alguns nomes que segundo o denunciante, foram beneficiados, fala-se sobre o envolvimento da empresa que realizou o concurso.

O Ministério Público de Perdões está ouvindo as testemunhas e na cidade não se fala em outra coisa a não ser o áudio divulgado. O filho do prefeito, depois da divulgação da gravação, renunciou ao cargo de secretário Municipal. Ele emitiu uma nota de esclarecimento, que está publicada no site da Prefeitura de Perdões. Segue na íntegra:

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

emitida por Renan Rezende Siqueira

Tendo em vista a divulgação de trecho de conversa envolvendo meu nome e o nome de outras pessoas a respeito do concurso público realizado no Município de Perdões, faço os seguintes esclarecimentos:

 a) Fui surpreendido com a divulgação de trechos isolados da conversa que tive com meu interlocutor, a respeito do concurso público realizado no Município de Perdões;

b) Não tenho e nunca tive a intenção de prejudicar as pessoas que lutaram pela realização desse concurso, até porque o Município de Perdões necessita da efetivação de profissionais em várias áreas de conhecimento;

c) É de conhecimento geral que estamos em um ano eleitoral, e muitas pessoas se aproveitam para distorcer o conteúdo e a forma como me expressei. Quero deixar claro que no momento em que houve a gravação clandestina de minha fala, eu estava em um momento de lazer, e, confesso, havia feito o uso de bebidas alcoólicas;

d) Em momento algum tive com meu interlocutor uma conversa séria. Ao contrário disso, foi uma conversa em tom jocoso, pois estava sendo provocado o tempo todo sobre a legalidade do concurso público. Então, para me ver livre das perguntas fui respondendo em tom de ironia;

 e) Infelizmente, por não ter mensurado as consequências de minha fala, e, confesso novamente, por ter feito comentários em tom jocoso, mas de muito mau gosto, estou sendo atacado com insultos e ofensas por parte de algumas pessoas;

 f) Quero pedir sinceras desculpas àquelas pessoas que se sentiram ofendidas com as brincadeiras que fiz, principalmente aos candidatos aprovados no concurso público realizado neste Município, que despenderam significativo tempo de suas vidas para se dedicarem aos estudos;

 g) Enfatizo que o concurso público foi realizado com a devida seriedade, fruto do trabalho de muitas pessoas que integram a atual Administração, e deixo claro que não possuo nenhuma ingerência sobre sua realização.

 h) Por fim, informo que não tenho mais condições de continuar à frente da Secretaria Municipal de Promoção Social, Trabalho e Habitação, uma vez que estou bastante constrangido e arrependido de minha postura, razão pela qual peço exoneração de meu cargo. 

Perdões, 6 de abril de 2016.

Renan Rezende Siqueira

 

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Mais informações sobre o assassinato do estudante da Ufla que estava desaparecido Ladrão arrombou estabelecimentos comerciais em Ijaci e foi preso pela PM em Lavras
   
Acidente em Lavras envolvendo automóvel e caminhão guincho deixa motorista ferido Cemig alerta sobre a importância de manter atualizada a titularidade do contrato de fornecimento de energia
   
Pesquisadores da Ufla desenvolvem tecnologia inovadora envolvendo bioenergia e tratamento de esgoto PM apreende droga em Lavras com ajuda de cães farejadores
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras