Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 05/03/2016 18:53 - Atualizada em: 06/03/2016 15:56
Padaria e Bar São Jorge, a padaria mais antiga de Minas em atividade, está completando 97 anos
Hoje ela está completando oficialmente 97 anos, mas existem versões de familiares de que ela teria começado em 1914

Empresário Jorge Marcelino de Lima, neto do fundador Joaquim Marcelino de Lima, que dá continuidade ao empreendimento da família. Abaixo, diplomas de homenagem, fotografias da família Marcelino de Lima e reportagens antigas dos jornais da cidade que contam a história do estabelecimento (Fotos: Jornal de Lavras)

 

 

(35) 99925.5481... @jornaldelavras..  @jornaldelavras.. @jlavras... jornaldelavras

A padaria mais antiga de Minas Gerais em atividade é de Lavras, é a Padaria e Bar São Jorge, na praça Dr. Jorge, hoje, sábado, dia 5 de março, ela está fazendo 97 anos. Aquele estabelecimento começou a funcionar no dia 5 de março de 1919, por iniciativa de Joaquim Marcelino de Lima.

Este estabelecimento, que está em pleno funcionamento, continua na família: depois de Joaquim Marcelino, foi João Marcelino de Lima, Jorge Marcelino de Lima e Athaíde Marcelino de Lima, o "Tatá da Padaria", como é mais conhecido.

Atualmente a Padaria e Bar São Jorge é de propriedade de Jorge Marcelino de Lima Júnior, neto de Joaquim Marcelino de Lima, o fundador.

Os estudantes do Colégio Evangélico, que mais tarde se transformou em Instituto Gammon, frequentavam a padaria e os produtos mais comercializados naquele estabelecimento eram os famosos picolés, que naquela época eram feitos de polpa de frutas.

E a Padaria São Jorge tem um diferencial: é a única padaria do Brasil a fabricar um pão cuja receita veio das fazendas do sul dos Estados Unidos, que aqui ganhou o nome de "Pão Americano". A receita, que é usada até hoje naquele estabelecimento, foi passada ao Joaquim Marcelino pela família Gammon. Eles trouxeram a receita ainda no final do século XIX, quando vieram para o Brasil.

Samuel Gammon e todos da família frequentavam a padaria, eram fregueses, não apenas eles, mas todos os americanos que moravam em Lavras no século passado, entre eles Benjamin Harris Hunnicutt, o fundador da Escola Agrícola, que hoje é a Universidade Federal de Lavras (Ufla).

Quem também frequentava aquele estabelecimento era John Wheelock "O Conciliador". Wheelock diplomou em agronomia em 1921 e especializou em fruticultura subtropical, na Universidade da Califórnia; também se especializou em ecologia fitopatologia e agrologia. Em 1922 veio para o Brasil para lecionar na Escola Agrícola, onde por várias vezes esteve na direção, já com a denominação de Escola Superior de Agricultura de Lavras (ESAL).

A Padaria e Bar São Jorge acompanhou o crescimento de Lavras, sobretudo do desenvolvimento na área educacional - a Padaria e a família Marcelino de Lima. 

Clique aqui e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras