Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 09/01/2016 23:59 - Atualizada em: 10/01/2016 16:02
Antes de ligar sua TV novamente em Lavras, conheça a história que te proporciona fazer isso
Para você poder assistir televisão em Lavras tem uma história de trabalho e dedicação que merece ser contada

Antenas de TV na Serra da Bocaina (Fotos: Dário Costa)

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

Você chega a sua casa, vai para a sala de televisão e liga seu monitor, um aparelho gigantesco com uma imagem perfeita, irretocável, roda os canais a sua disposição ou liga o seu sistema de TV paga e assiste, em tempo real, um conflito envolvendo policiais e ativistas em Atenas, na Grécia, ou então, a rainha da Inglaterra saindo do palácio de Buckingham de carruagem e acenando para seus súditos a caminho da Catedral de Westminster. Tudo isso é possível com um simples toque de seu polegar no botão do controle remoto.

Para te proporcionar tudo isso tem uma história, que começou há exatamente 60 anos, isso mesmo, seis décadas, foi no dia 9 de janeiro de 1956. Hoje, sábado, é que está sendo comemorada esta marca de seis décadas. Tudo começou neste memorável dia, quando pela primeira vez o sinal de uma emissora de televisão pôde ser vista pelos lavrenses, foi na rua Barão do Rio Branco: um monitor foi estrategicamente colocado sobre uma marquise de uma loja de eletrônica da família Mendes. A imagem da TV Itacolomy, de Belo Horizonte, foi a primeira assistida em Lavras.

Um fato curioso e engraçado envolveu o falecido empresário Davi Pinheiro e Rafael Mendes do Santos. Rafael pediu ao público que estava na rua que olhasse para o monitor de TV e quando a imagem estivesse boa para eles avisarem. Rafael rodou a antena improvisada e o Davi Pinheiro gritou: "Boa, boa, boa!", os demais insistiam que não estava. Davi gritava mais alto ainda: "Muito boa, muito boa!".

Rafael então foi até a multidão e constatou que a imagem realmente não estava tão perfeita como deveria ser, então questionou Davi Pinheiro por que ele gritava boa. Davi, que era muito espirituoso, falou: "estou falando da moça que está aparecendo". Era a imagem de uma das pioneiras da TV brasileira, Neide Aparecida, arrancando risos de todos.

Para proporcionar aos lavrenses momentos de prazer e de informação, ligando Lavras com o sistema de entretenimento, comum apenas nos grandes centros, deve-se primeiro citar os irmãos Mendes: Rafael Mendes dos Santos, José Maria dos Santos e Ruy Mendes dos Santos. Graças a eles os lavrenses tiveram acesso a este aparelho que mudou a história das famílias brasileiras.

Os primeiros monitores de televisão comercializados em Lavras foram pelas empresas Haical Haddad e Casa Rádio Som. As transmissões antes eram gravadas e depois jogadas as imagens para que todos pudessem assistir. Ao vivo, somente programas direto dos estúdios.

Os Mendes, com seus conhecimentos, montaram também as antenas retransmissoras de TV no alto da serra da Bocaina. Para ter acesso até àquele maciço foi necessário abrir uma estrada e ela foi aberta na enxada, pelos Mendes e por voluntários apaixonados pela "caixinha mágica", entre eles o empresário Isaac Mesquita, um dos batalhadores pela implantação da TV em Lavras.

No dia 20 de julho de 1969 o mundo parou para ver ao vivo e via satélite, a chegada do homem a Lua. Em Lavras e em todo Brasil comemora-se duas vitórias: a chegada do homem ao satélite natural da terra e a primeira transmissão via satélite do Brasil, exatamente a chegada triunfal Armstrong na Lua, com a transmissão ao vivo e a narração do repórter Hilton Gomes, da TV Globo.

O show não podia parar, e entre os dias 31 de maio até 21 de junho de 1970, os lavrenses e todos os brasileiros pararam para poder assistir pela primeira vez na história a transmissão ao vivo de uma Copa do Mundo, direto do México, um espetáculo que foi agigantado pela arte de Pelé, Tostão, Jair, Rivelino, Clodoaldo, Brito, Felix, Carlos Alberto, Gerson, Piazza e Dirceu Lopes, sob o comando do técnico Zagalo. No dia 27 de junho Lavras explodiu num só grito: "somos tri campeões do mundo", assistimos isso ao vivo.

Ser notícia na TV não era comum, mas Lavras foi notícia algumas vezes. Ganhamos o Cidade Contra Cidade, programa comandado pelo apresentador Silvio Santos, disputamos e derrotamos a cidade paulista de Araras. No dia 24 de novembro de 1970, Lavras foi notícia em todo o Brasil, neste dia, um objeto voador não identificado cruzou o céu de Lavras no início da noite, mais precisamente às 19h. O estranho objeto em forma de disco luminoso foi visto por centenas de pessoas. Pouco depois, às emissoras de televisão de Belo Horizonte noticiaram o aparecimento do OVNI em Lavras, Divinópolis e na capital do Estado. Em Belo Horizonte, segundo a imprensa, o estranho objeto deixou sem energia elétrica vários bairros da cidade.

A primeira vez que imagens ao vivo foram transmitidas de Lavras para Minas Gerais, foi em primeiro de abril de 1978, foi uma competição de escolas de samba fora do carnaval, com a participação de escolas famosas na época, como a Serrote, de Três Pontas, por exemplo. Esta apresentação ganhou a mídia nacional, não pela competição, mas por um acidente que quase terminou em tragédia. Um avião com capacidade para quatro passageiros caiu na cabeceira da pista do campo de pouso de Lavras, ferindo todos os seus ocupantes. A aeronave procedente de Belo Horizonte trazia o apresentador de televisão Celso Pitta, sua esposa, sua filha e o assessor da Prefeitura de Lavras, Itamar Mazochi. Todos se salvaram, mas ficaram feridos.

No dia 3 de setembro de 1999, a família Mendes, pioneira na transmissão de televisão em Lavras, realiza outra grande façanha: Rafael Mendes e os filhos Luciano Mendes e Rafael Filho montaram uma emissora de TV em Lavras, a primeira da cidade, e no dia 3 de setembro, o então ministro das Comunicações João Pimenta da Veiga veio a Lavras para inaugurar a TV Universitária. A solenidade foi realizada no campus histórico da Universidade Federal de Lavras (Ufla).

Hoje a TV mudou muito, temos a TV por assinatura, TV aberta e até canais exclusivos. Em Lavras o sistema de manutenção e conservação dos canais de TV aberta, tanto do sistema analógico como digital, estão a cargo do coordenador técnico Dário Costa (foto). Dário, apesar dos 60 anos que separam a primeira transmissão para Lavras e hoje, tem o espírito dos pioneiros da família Mendes, ele realiza uma aventura quase toda semana, quando sobe a serra da Bocaina, na estrada que foi aberta na enxada e que até hoje, sofreu poucas melhorias.

No alto da serra da Bocaina, segundo Dário Costa, são retransmitidas imagens para 37 cidades do Sul de Minas, Campo das Vertentes e Região Central do Estado. Graças às antenas em Lavras, cidades como Formiga, Campo Belo, Oliveira, Santo Antônio do Amparo, Bom Sucesso, Itutinga, Carrancas e outras, desfrutam das imagens de canais tradicionais de TV aberta. São ao todo, segundo ele, 4 milhões de pessoas beneficiadas.

Além da serra da Bocaina, Lavras é servida pelos equipamentos instalados na serra da Lavrinhas, onde, segundo Dário Costa, se concentra o maior número de canais HD.

Lavras hoje têm diversos canais de TV a disposição dos lavrenses, sendo eles analógicos e digitais, os analógicos são: serra da Bocaina: canal 15 Rede Minas TV Universitária UHF; canal 18, Rede Band de Belo Horizonte, canal 11, Record, 28 Alterosa SBT e 31 EPTV Globo. Na serra da Bocaina tem também o canal 23.1 digital, da TV Alterosa. Vale lembrar que este ano todos os canais analógicos serão desligados.

Na serra da Lavrinhas, os canais analógicos são: canal 7 EPTV, 9 Band, 13 TV Universitária de Lavras, 36 Record, 49 RIT (Rede Internacional de Televisão). Em breve será liberado pela Anatel o canal 42, da TV Aparecida.

Já os canais HD na serra da Lavrinhas são: 36.1 Record, 38.1 RIT, 40.1, 40.2, 40.3 e 40.4, TV Câmara Lavras, canal 26.1 EPTV aguardando ser liberado.

Dário disse que falta apenas um detalhe para melhorar o seu trabalho e consequentemente a rapidez no atendimento à população: que a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) assuma todo o patrimônio da serra da Bocaina, inclusive a estrada que dá acesso até o alto.  

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli

Leia também:

Ufla entrega mantimentos da campanha de arrecadação para o Lar Augusto Silva
Senar: cursos gratuitos para os trabalhadores rurais do Sul de Minas - 24/07 a 30/07/2017
 
Rede hoteleira Transamérica anuncia investimento em Lavras
Equipe de ginástica aeróbica da Ufla embarca para a Polônia nesta terça-feira
Lavrense foi agraciado pelo Governo do Estado com a Medalha de Minas
Tudo de Bom Casa: etiqueta de como montar mesas, por Sabrina Cicareli ft. Ju Goursand

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras