Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 03/01/2016 09:57 - Atualizada em: 03/01/2016 13:53
Bandinha "Joaquim Geraldo" saiu às ruas do bairro de Nova Lavras dia primeiro - veja fotos
Ela sai uma vez por ano, no primeiro dia, e está para o bairro de Nova Lavras como a Bandinha de Ipanema está para o Rio de Janeiro

Bandinha Joaquim Geraldo arrastou os moradores do bairro de Nova Lavras para as ruas para saudar o ano novo (Fotos do leitor Dirley Calixto)

 

 

(35) 99925.5481   @jornaldelavras    @jornaldelavras   @jlavras   jornaldelavras

O bairro Nova Lavras é um bairro cheio de tradições, ele é pioneiro em muita coisa, foi onde surgiu a primeira escola de samba da cidade, isso em janeiro de 1953, há 63 anos, a escola, nos moldes da Mangueira do Rio de Janeiro, também tinha as cores verde e rosa. A "Unidos de Nova Lavras" foi fundada por Ismael Silva, Geraldo Theodoro, José Pedro e João Mattos. Esta Escola de Samba sempre se destacou pela qualidade de sua bateria e pelos seus sambas enredos que sempre exaltaram Lavras e sua história.

Naquele bairro residiram pessoas que mesmo vivendo uma vida simples, foram respeitadas pela integridade, pelo caráter e por ter constituído famílias que hoje são ativas na sociedade e ajudaram a escrever páginas da história da cidade, como Paulo Laurinda, João das Cruzes, José Marques, Bento Rosa da Silva, Didi Torres, Aníbal Teodoro e muitos outros.

O bairro é o mais tradicional da cidade, foi nele que a antiga Empresa Metrópole, do empresário Alcides Thomaz da Silva colocou a primeira linha de ônibus para bairros em Lavras, antes os trajetos obedeciam apenas um único itinerário: Estação - Batalhão. O primeiro ônibus que circulou naquele bairro foi no dia 30 de maio de 1971.  

O primeiro telefone comunitário de Lavras também foi instalado no bairro de Nova Lavras, foi um investimento da Telemig (Telecomunicações de Minas Gerais), no dia 8 de dezembro de 1982.

Os moradores daquele bairro também tiveram momentos ruins, como a morte do "Mãe Chica", integrante da Unidos de Nova Lavras e ex-jogador do Lavras Sport Club, ele morreu em abril de 1981. Outra morte também muito sentida foi a do "Mestre Maé", o Ismael Silva, um dos fundadores da Unidos de Nova Lavras. Ismael Silva ficou conhecido por ser autor de sambas enredos que com letras e músicas encantaram os foliões de décadas passadas. "Mestre Maé" deixou tristes os moradores daquele bairro e alegrou o céu no dia 10 de outubro de 1996.

Até hoje os moradores daquele bairro lutam para preservar suas tradições e uma delas completou 30 anos no dia primeiro de janeiro, foi a Bandinha "Joaquim Geraldo", que sai todo primeiro dia de cada ano e desfila pelo bairro, encantando seus moradores. Ela desfila e termina seu passeio pelo bairro na quadra da Unidos de Nova Lavras, e ela só volta a desfilar no próximo dia primeiro de janeiro, esse ritual acontece uma vez por ano.

A bandinha tem a denominação de "Joaquim Geraldo", outra figura respeitada no bairro e em toda a cidade. Joaquim Geraldo foi procurador da mais antiga corporação musical de Lavras e foi um dos que assinaram o Estatuto da Corporação Musical Euterpe Operária, em outubro de 1948. Além dele assinaram: José Luiz de Mesquita, diretor regente; Joaquim Francisco de Souza, tesoureiro; Reynaldo Cândido de Oliveira, segundo regente, e José Francisco de Souza, secretário.

   

   

   

Clique aqui e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você.
#jornaldelavras @eduardocicarelli @sabrinacicareli
 

 
Leia também:
 
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras