Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 21/11/2015 14:20 - Atualizada em: 21/11/2015 23:24
Greve dos servidores da Prefeitura de Lavras se fortalece depois de assembleia
Assessoria de Silas divulga nota, mas efeito foi danoso para a administração municipal

Prefeitura de Lavras (Foto: site PML)

 

.


Dê play e conheça o Toledo Residencial


  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Representantes do Sindicato dos Servidores Municipais da Prefeitura de Lavras se reuniu com o prefeito Silas Costa Pereira e com o secretário da Fazenda Sérgio Luiz Aguiar Castelo esta semana, para poder tentar resolver o impasse da greve dos servidores, que já dura 11 dias.

Depois da reunião com o prefeito Silas surgiram uma série de boatos que deixou os servidores desanimados, muitos acreditavam que a greve chegaria ao fim e que o advogado do sindicato, Edbrendo Pereira Monteiro, estaria querendo por fim à greve.

Na reunião, o prefeito Silas apresentou uma proposta ao Sindicato, que foi levada em plenário de uma assembleia realizada na tarde de ontem, sexta-feira.

A proposta apresentada pelo prefeito Silas e sua equipe foi o escalonamento do pagamento dos servidores. Referente ao salário de outubro, que foi pago para quem ganha até R$ 1 mil, o prefeito apresentou a seguinte proposta: dia 25, pagaria para quem ganha até R$ 1,5 mil; dia 1º de dezembro quem ganha até R$ 2 mil; 4 de dezembro para quem ganha até R$ 2,5 mil; 11 de dezembro para quem ganha até R$ 4,5 mil; e 17 de dezembro o restante.

Referente ao salário de novembro, quem ganha até R$ 1 mil receberia no dia 22 de dezembro, no dia 28 de dezembro pagaria todos os servidores que vencimentos até R$ 1,5 mil; 30 de dezembro os que ganham até R$ 4,5 mil; dia 12 de janeiro do próximo ano pagaria a folha referente a novembro para os que ganham até R$ 10 mil, e dia 15 de janeiros o restante.

Com relação ao salário de dezembro, a proposta foi de pagar todos os servidores de forma escalonada entre os dias 8 de janeiro a 25 do mesmo mês.

Esta foi a proposta levada para ser discutida entre os servidores na tarde de ontem, sexta-feira, dia 20 às 17h, acontece que às 14h, a assessoria de Imprensa da Prefeitura de Lavras divulgou uma nota oficial para a imprensa de Lavras que foi considerada, pelos servidores e pela própria diretoria do Sindicato, como agressiva, isso irritou os grevistas. Segundo eles, o prefeito deveria emitir uma nota valorizando os servidores, e não desmerecendo o movimento. Leia a nota na íntegra.

 

Nota Oficial da Prefeitura de Lavras sobre a Greve dos Servidores Municipais

Diante do quadro de greve de alguns servidores municipais desde o dia 10/11 e em função da série de boatos falsos que vem prejudicando os trabalhos da Prefeitura de Lavras em prol da população, a mesma vem a público esclarecer quer:

– É falsa a informação de que os salários estão atrasados há três meses, como querem fazer crer alguns políticos inescrupulosos e adeptos do "quanto pior, melhor";

– A verdade é que, hoje, o atraso se restringe a 11 dias para 43,88% dos funcionários. Ou seja, num universo de mais de 3000 servidores municipais, apenas os que possuem salários mais altos ou comissionados estão com atrasos. Segundo dados do próprio Sindicato, menos de 400 servidores estão em estado de greve, o que representa uma pequena parcela do total do funcionalismo;

– Para estes, no dia 17/11, a Secretaria Municipal de Fazenda, Planejamento e Gestão prestou todos os esclarecimentos sobre a proposta de regularização, por meio do envio de uma tabela, com a previsão dos pagamentos;

– Na tarde desta quinta-feira (19/11), atendendo pedido dos próprios grevistas, o prefeito Silas Pereira recebeu o Comando de Greve para debater a proposta;

– Durante o encontro, o Comando de Greve solicitou pequenos ajustes na proposta apresentada pela Secretaria de Fazenda, sendo novamente atendido de imediato, desde que firmasse o compromisso de que os grevistas voltariam imediatamente aos trabalhos sem maiores prejuízos à população de Lavras;

– Importante esclarecer, que mesmo com uma parcela quase insignificante dos servidores em estado de greve, serviços como o transporte de crianças para as escolas na zona rural, fiscalizações fazendárias e alguns atendimentos na área de saúde estão prejudicados;

- Por fim, a Prefeitura de Lavras reafirma a intenção de cumprir todos os compromissos firmados com o Comando de Greve na reunião do dia 19/11 e espera o cumprimento do acordo para a volta dos grevistas ao trabalho, evitando assim que os dias paralisados dos mesmos sejam cortados de seus vencimentos já a partir da próxima segunda-feira (23/11).

 

A nota, divulgada três horas antes da reunião do Sindicato com os servidores, provocou um descontentamento geral. Irritados, os servidores pediram a exoneração do advogado Edbrendo Pereira Monteiro, que segundo eles, tentava colocar um fim na greve. Além disso, eles optaram pela continuação do movimento. A revolta dos servidores foi demonstrada na votação: foi unânime a opção pela continuidade de grave.

A greve agora ficará sob o comando da Federação dos Servidores do Estado de Minas Gerais, que enviará para Lavras uma equipe e assessoria jurídica especializada em greves e carros de som. De acordo com a direção do Sindicato, o movimento grevista retoma os trabalhos na segunda-feira com os ânimos renovados e serão, segundo eles, realizadas ações para buscar o servidor que não aderiu ainda ao movimento e serão realizadas passeatas e piquetes.

De acordo com o Sindicato, o prefeito Silas Costa Pereira teria dito "que greve não é bicho de sete cabeças". "Neste ponto concordamos com o prefeito, ele estava certo", disse o Sindicato. Ainda de acordo com eles, agora que a greve vai começar. Ela será comandada por uma equipe profissional em administrar movimentos de reivindicação de direitos dos trabalhadores.

De acordo com o comando de greve, outros sindicatos de Lavras estudam fazer parte das mobilizações, apoiando o movimento em favor da economia do município, que já sente o impacto da falta de circulação regular do dinheiro de cerca de 3 mil servidores.

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

PM de Lavras aborda homem que portava réplica de arma de fogo na cintura Prefeitura de Lavras publica decreto com menos restrições que a Onda Vermelha do Minas Consciente
   
CDL Lavras informa que medidas estão sendo tomadas pela entidade para tentar evitar o fechamento do comércio - veja vídeo Comerciantes de Lavras manifestaram contra aplicação da fase restritiva da Onda Vermelha
   
Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
   
LabCovid e Prefeitura de Ingaí realizam coleta para exame de Covid-19 Começou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Lavras
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras