Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


cotidiano / Política /


Publicada em: 21/11/2015 10:56 - Atualizada em: 21/11/2015 14:20
Disputa eleitoral para a reitoria da Ufla esquenta com último debate
Candidatos à cadeira de reitor da Ufla se enfrentam em debate que se mostra como um exemplo de democracia e cidadania para a cidade de Lavras

Auditório repleto de alunos, servidores e professores, todos interessados nas propostas dos candidatos. (Fotos: Diter Stein / Fábrica de Notícias)

 

Por Diter Stein, da Fábrica de Notícias

Com o auditório da Universidade Federal de Lavras (Ufla) lotado, e uma forte presença de professores, alunos e técnicos administrativos, foi realizado ontem, 20, sexta-feira, das 9h às 12h, o último debate entre os candidatos a reitor e vice-reitor (a) da Universidade Federal de Lavras.  De um lado buscando a reeleição, a chapa "Com a Força do Conjunto Podemos Mais" do atual reitor, professor José Roberto Scolforo e a sua vice-reitora professora Édila Vilela e, do outro lado, a chapa de oposição, "Para uma Ufla Democrática" formada pelo chefe do departamento de Administração e Economia Francisval Carvalho e vice-presidente do Sindicato dos Professores, professor Luiz Antônio Bastos Andrade.

O debate foi um exemplo de democracia e cidadania para a cidade de Lavras. Um debate elegante, que apesar de algumas vezes se mostrar um pouco agressivo, manteve a boa educação e o respeito mútuo em primeiro plano.

O debate foi organizado pela Comissão Eleitoral designada para dirigir e supervisionar o processo de consulta à comunidade universitária, e dividido em blocos. Depois de cada candidato se apresentar com suas propostas, dirigiu perguntas ao seu adversário, em ordem decidida por sorteio, com direito a réplica e a tréplica. Em seguida foram sorteadas as perguntas feitas por alunos, pelos docentes e pelos técnicos administrativos, que foram respondidas pelos dois candidatos. Os vices reitores realizaram perguntas um ao outro, também com direito a réplica e tréplica. Finalizando, cada candidato fechou o debate com suas considerações finais.  

A chapa do professor Francisval e professor Luiz Antônio têm uma tarefa difícil, que é a de ser oposição de uma gestão de tantas realizações como a do professor Scolforo.  Utilizou como estratégia, a mesma utilizada pela chapa da oposição da eleição anterior: bater sempre na tecla de que, segundo as suas consultas realizadas junto à comunidade da Ufla, a atual gestão é centralizadora e pouco transparente. Já a estratégia da chapa do professor Scolforo e professora Édila foi mostrar as realizações da gestão, como criação de novos cursos, o crescimento da Ufla e os índices nacionais e internacionais alcançados pela Universidade em sua gestão, como uma das melhores universidades públicas do país. Sem contestar diretamente a questão de uma gestão centralizadora, o professor Scolforo sempre deixou presente durante o debate sua preocupação com a transparência de sua gestão, dando ênfase a seguir sempre a legislação, o estatuto da Universidade e prestar conta do dinheiro do contribuinte utilizado pela Ufla, que segundo afirmou, é quem banca a universidade.

Criticando o estatuto da Universidade, que em sua opinião é antigo e não representa mais a atual Ufla, o candidato Francisval propôs a elaboração de um novo estatuto para a Universidade. Ao ser levantada a questão da dificuldade de trazer recursos financeiros na atual crise que vive o país. O candidato disse que a Ufla é muito maior que seus dirigentes, e que acredita que o prestígio da universidade sempre trará os recursos tão importantes para o desenvolvimento dos projetos e manutenção da Ufla, independentemente de quem seja o reitor.

Durante o debate o professor Scolforo lembrou que o processo de crescimento da Ufla é resultado de um trabalho de equipe, que teve início na gestão do professor Antônio Nazareno, Guimarães Mendes da qual fez parte, assim como muitos participantes de sua atual gestão.

A plateia evitou apoiar ostensivamente seus candidatos, mesmo em momentos em que os ânimos estiveram mais acirrados, e afirmações de candidatos foram postas em dúvida por seus adversários, a plateia sempre aplaudiu com entusiasmo as respostas de cada candidato.

O debate abordou temas de interesse da comunidade, ofereceu muitos dados e informações que podem ajudar a decisão de quem irá escolher o próximo reitor da Ufla, que segundo informado durante o debate, irá gerenciar um orçamento maior do que o da cidade de Lavras. No encerramento cada candidato fez suas considerações finais, e pediu o voto dos participantes para a eleição, a ser realizada no dia 26 de novembro, das 8h às 23h, com a participação (facultativa) dos docentes, técnicos administrativos, estudantes de pós-graduação e de graduação. 

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você 
 

Leia também:

Rua de Luminárias com 9 faixas de pedestres virou meme nas redes sociais Covid-19: Associação Médica de Lavras manifesta através de nota oficial
   
LabCovid e Prefeitura de Ingaí realizam coleta para exame de Covid-19 Começou a campanha de vacinação contra a Covid-19 em Lavras
   
Prefeitura de Lavras publica decreto restringindo o funcionamento de bares, restaurantes e outras atividades comerciais Acidente em Lavras: motociclista bate em caminhão e é socorrido pelos bombeiros
   
.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras