Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


destaque / História /


Publicada em: 30/09/2015 09:03 - Atualizada em: 30/09/2015 13:55
Advogado lavrense já debateu com advogado de Marcelo Odebrecht em congresso
Marcelo Odebrecht, pivô da Operação Lavra Jato, desde dezembro de 2008 é o presidente da Organização Odebrecht, uma das maiores empresas de engenharia e construção da América Latina

Professor Jacinto Nelson Coutinho, advogado de Marcelo Odebrecht, advogado Carlos Augusto Canedo Gonçalves da Silva e o criminalista lavrense Négis Rodarte

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

No dia 17 de março do ano passado, a Polícia Federal deflagrou uma operação com o objetivo de investigar e desarticular um esquema de desvio de recursos públicos e lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. A partir da prisão de doleiros e, posteriormente, de ex-funcionários da Petrobrás, a Lava Jato revela a existência de uma rede de corrupção ligada à principal estatal brasileira que envolve empreiteiras, partidos políticos e agentes públicos.

Segundo o Ministério Público Federal, diretores e funcionários da Petrobras cobravam propina de empreiteiras e outros fornecedores para facilitar seus negócios com a estatal, devido a isso, os contratos dessas empresas com a Petrobras eram superfaturados para permitir o desvio de dinheiro dos cofres da estatal para os beneficiários do esquema. Parte do dinheiro recebido pelos fornecedores da Petrobras foi desviada para lobistas, doleiros e outros operadores encarregados de repassá-lo a políticos e funcionários públicos. Ainda de acordo com o Ministério Público, o esquema beneficiava os partidos políticos responsáveis pela indicação dos diretores da Petrobras que colaboravam com o esquema na estatal.

As maiores empreiteiras do país têm negócios com a Petrobras e se tornaram alvo das investigações. Vários executivos, incluindo os controladores de algumas dessas empresas, foram presos em novembro de 2014 e ficaram na cadeia até o final de abril, quando o Supremo Tribunal Federal mandou soltá-los. Em 19 de junho deste ano, as prisões atingiram a Odebrecht e a Andrade Gutierrez.

Um dos presos foi Marcelo Bahia Odebrecht, que desde dezembro de 2008 é o presidente da Organização Odebrecht, uma das maiores empresas de engenharia e construção da América Latina. Imediatamente o Grupo Odebrecht contratou os melhores advogados do Brasil para defendê-lo e um desses advogados é o professor Jacinto Nelson Miranda Coutinho, doutor em Direito Penal e Criminologia pela Universita Degli Studi di Roma La Sapienza, Itália e professor titular da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Professor Jacinto Coutinho é membro da Comissão do Senado Federal para a Reforma do Código de Processo Penal. Em março deste ano ele foi convidado a participar do II Congresso do Instituto de Ciências Penais, na capital mineira. Entre os convidados para participar deste evento e debater com o professor Jacinto Nelson Miranda Coutinho foi o advogado lavrense Négis Rodarte.

O criminalista lavrense dividiu a Mesa dos Trabalhos com os professores Jacinto Nelson Miranda Coutinho, e com o advogado e pesquisador Carlos Augusto Canedo Gonçalves da Silva, Doutor pela Universidade Federal de Minas Gerais e da Pontifícia Universidade Católica, Pós Doutor, ex-presidente do ICP, Procurador de Justiça.

O tema debatido foi "A Responsabilidade pela Decisão no Processo Penal". O criminalista lavrense sustentou em sua fala sobre o Sistema Acusatório dentro do Projeto do novo Código de Processo Penal. Négis disse que a busca da eficiência do Judiciário não deve sobrepor às Garantias Individuais e, ainda, que é temeroso quando não se sabe se princípios constitucionais vão ser garantidos em um "Cartório de Distribuição".

Os pontos abordados pelo criminalista lavrense foram citados por várias ocasiões pelo palestrante Jacinto Nelson Miranda Coutinho, que hoje está na mídia brasileira e internacional, como advogado de um dos pivôs da Operação Lava Jato, Marcelo Odebrecht.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Resgate de vítima de acidente na BR-265 mobilizou bombeiros de Lavras e São João del-Rei - veja fotos Corpo de Bombeiros de Lavras debelou o incêndio na Serra da Bocaina
   
Caminhão carregado com dinamite cai em rio no Sul de Minas e motorista morre - veja vídeo Fiocruz avalia que volta as aulas em Minas colocará em risco mais de 1 milhão de pessoas
   
Grupo de Fotógrafos Amadores de Lavras registrou passagem do cometa Neowise - veja fotos Manifestação pró-Bolsonaro em Lavras tem outdoors de apoio
   
Empresária denunciada pela Prefeitura de Lavras deixou o presídio de Elói Mendes para cumprir prisão domiciliar Diretório Municipal do PT manifesta sobre eleição em Lavras
.

Flashes de Notícias

.  

Blog Sabrina Cicareli:

Decoração da minha Kitnet Tudo de Bom no Os Mais Influentes Revista Elitte 2019
   
Tudo de Bom no Destaque Sales Pesquisa Lavras 2019 Série Viajadamente no Chile - Parte 7 - Valle Nevado
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 6 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 5 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 4 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 3 - Tour em Santiago
   
Série Viajadamente no Chile - Parte 2 - Tour em Santiago Série Viajadamente no Chile - Parte 1 - Tour por Santiago
   

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras