Quem somos
|
Arquivo
|
Anuncie
|
Contato
|
Sua página inicial


início
prêmios
lavras tem
agenda
busca


variedade / Entrevista /


Publicada em: 25/09/2015 13:29 - Atualizada em: 25/09/2015 19:01
Entrevista: Aprendizagem Inteligente com Victor Patrick, por Dieikson de Carvalho
O professor Dieikson de Carvalho recebeu Victor Patrick em seu programa Coisas da Vida e cedeu a entrevista ao Jornal de Lavras

Victor Patrick e Dieikson de Carvalho (Fotos cedidas pelo professor Dieikson de Carvalho)

 

 

  Jornal de Lavras:  (35) 9 9925.5481    @jornaldelavras     @jornaldelavras    @jlavras    

Por Professor Dieikson de Carvalho

A Neurociência e a neurolinguistica são duas ciências que ajudam a compreender o funcionamento do cérebro no processo de aprendizagem e a potencializar os conteúdos apreendidos.

A Neurociência é todo o tipo de investigação sobre o sistema nervoso. Como ele se desenvolve, como ele funciona como ele é parecido e diferente entre indivíduos e espécies. E até como ele deixa de funcionar. A neurociência nos revela como o cérebro produz o nosso comportamento.  Já a Neurolinguística é a ciência que estuda a elaboração cerebral da linguagem. A Programação Neurolinguística (PNL), como é conhecida, oferece um modelo que ajuda a entender melhor como o ser humano pensa, age e se comunica, para que cada um seja capaz de identificar e aproveitar suas capacidades para alcançar os resultados que deseja. Trata-se de uma das mais eficazes ferramentas de mudança comportamental,  reconhecida em todo o mundo como a fórmula da excelência humana.

Aproveitando a estadia de um dos homens que foi reconhecido pela National Geographic Chanel, como uma das mentes mais brilhantes do Brasil, entrevistamos o nacionalmente famoso Victor Patrick. Victor é um mineiro da cidade Montes Claros, norte de Minas, que participou de um desafio promovido por esse canal de televisão, com o objetivo de explorar as potencialidades da mente humana. Em 16 dias, ele decorou 160 revistas. Seu desempenho foi sensacional e ele se tornou um ícone dos benefícios da utilização das estratégias da Neurociência e da Neurolinguística no processo de aprendizado e armazenamento de conteúdo.

Essa semana, Victor Patrick está palestrando para várias Instituições de Ensino em nossa cidade sobre os benefícios e os proveitos da utilização da neurociência no processo de ensino aprendizagem. Ontem, ele participou do Programa Coisas da Vida, apresentado pelo Professor Dieikson de Carvalho, na Rádio Cultura de Lavras, e concedeu a seguinte entrevista:

Como você conseguiu ser eleito uma das mentes mais brilhantes do Brasil?

Eu trabalho desde 2008 com a neurociência e a neurolinguística em todo o Brasil, ajudando crianças, jovens e adultos a potencializarem o seu mecanismo cerebral e absorver o máximo possível de conhecimento. A National Geographic entrou em contato comigo para participar de um programa chamado "Os Incríveis – O Grande Desafio", sobre a exploração do desenvolvimento cerebral, apresentado pelo Casé. O desafio foi memorizar 160 revistas em 30 dias, eu o fiz em 16. Depois um convidado escolhia 10 revistas e eu tinha que dizer a data da publicação, o texto correto da chamada e a foto da capa de cada uma delas. Assim, fui eleito uma das mentes mais extraordinária do Brasil.

Mas essa habilidade decorar grande quantidade de conteúdo em pouco tempo é um dom natural?

Não. É o desenvolvimento da habilidade cerebral. Todos nós já nascemos com certos dons e aptidões, mas podemos e devemos melhorar muito a nossa capacidade intelectual através de prática que estimula o aprendizado, o armazenamento e a capacidade de pensar e criar. É uma estratégia que utilizamos para potencializar o nosso cérebro em busca de um conhecimento mais profundo e inovador.

Mas você sempre gostou de estudar e teve facilidade para estudar?

Não. Eu sempre fui um péssimo aluno. Repeti cinco vezes as séries da Educação Básica e não tinha ânimo e nem gosto para estudar. Além disso, eu sofro de TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção), que só vim a descobrir mais tarde e que muito me prejudicou na escola formal.

Então, como você desenvolveu essa habilidade?

Sabendo das minhas dificuldades de aprendizado, de memorização e de pensamento, fui buscar ajuda na Europa, onde conheci os métodos utilizados pela neurociência e pela neurolinguística. A partir daí, utilizando os estímulos corretos, desenvolvi essas habilidades de memorizar, pensar, filtrar, criar e armazenar corretamente, livrando a mente de toda a poluição de informação e aumentando a concentração naquilo que realmente é o mais importante.

Essas estratégias podem ser aprendidas por qualquer pessoa?

Sim. Aliás, elas mudam e muito a qualidade da educação e a qualidade de vida, pois te ensina a usar o cérebro de maneira correta, sem estresse e com habilidades incríveis. E não só para o aprendizado de conteúdo, mas te ensina a trabalhar as emoções e equilibrá-las com a razão, tornando a vida mais fácil, mais leve e mais prazerosa de se viver.

Você afirmou que conseguiu aprender vários idiomas em dois ou três meses de estudo. Como isso é possível?

A gente aprende línguas de maneira equivocada no Brasil. Primeiro a gente tem que aprender a falar, comunicar, sentir o que está dizendo, para depois entender e compreender a gramática. No Brasil e na América Latina, ensina-se primeiro a gramática e depois a comunicação, tornando o aprendizado mais difícil, complexo e muito menos prazeroso.

Você também afirma que utilizando as estratégias propostas pela neurociência um aluno de escola pública pode passar numa Universidade Federal com tranquilidade.

Sim. Basta aplicar a metodologia e as estratégias em cada conteúdo na hora de estudar. O resultado do aprendizado é de 100% do conteúdo estudado. Com menos esforço, menos tempo e muito mais prazer em estudar, pois você aprenderá a sintetizar, através do processo de mapa mental. Em nossas escolas, aprendemos de forma linear os conteúdos, mas a nossa mente não trabalha dessa forma. O mapa mental faz

com que um aluno memorize 40 páginas de um livro em instante e consiga resumi-lo em apenas uma folha.

Essa é a técnica que você chama de Aprendizagem Inteligente?

A Aprendizagem Inteligente não se resume a uma técnica, mas várias formas de aplicar habilidades racionais para aprender qualquer conteúdo, de forma rápida, eficiente e duradoura. Quando você decora, você esquece. Mas quando você memoriza e armazena o conteúdo você pode solicitá-lo sempre que desejar e o cérebro o encontrará em instante. Por isso, não existe o tal "branco" que os alunos afirmam sentir na hora de uma avaliação. O "branco" nada mais é do que o mau funcionamento do cérebro no processo de aprendizagem.

Como um mau funcionamento? Você não tem mais o branco?

Eu não... E nem as pessoas que utilizam a aprendizagem inteligente. O "branco" se dá quando você, pelo nervosismo e influenciado pela ansiedade, estressa o cérebro e o desorganiza na busca do armazenamento do conteúdo. O cérebro simplesmente bloqueia, trava e não consegue acessar aquela informação que ele armazenou. Daí vem o famoso "branco".

Desde 2008 que você vem trabalhando com a neurociência. Os resultados são realmente confiáveis?

Quem participa do meu curso, ou seja, aprende as estratégias na teoria e na prática, senão passar no concurso que deseja, senão entrar na Universidade e no curso que quer, eu devolvo em 100% o investimento. Não há limites para se chegar onde quer com esses recursos. Basta aprender a trabalhar e retirar do sistema cerebral o que ele tem de melhor para nos oferecer.

Você está em Lavras desenvolvendo quais trabalhos?

Em primeiro lugar, estou visitando algumas Instituições e Ensino e dando palestras gratuitas para divulgar a importância da Neurociência e da Neurolinguística para os alunos, pais e professores. Também atendo algumas pessoas graciosamente, sem nenhum custo, que queira entender e compreender melhor os mecanismos da aprendizagem inteligente do cérebro. E nos próximos dois finais de semana (26 e 27 de setembro e 03 e 04 de outubro), das 08 às 12 horas, estarei ministrando o curso Aprendizagem Inteligente, ensinando a teoria e a prática da utilização do cérebro no processo de aprendizagem. Esse curso visa ajudar as pessoas a estudar em menos tempo e aprender muito mais. Como é um curso que precisa da minha atenção constante, principalmente na parte prática, serão abertas apenas 20 vagas, pois não posso trabalhar mais do que isso, pois a didática com os participantes é bem individualizada, principalmente, porque necessito desenvolver e muito a parte prática desse conhecimento.

Quem quiser conhecer o seu trabalho e entrar em contato, nessa sua estadia em Lavras, quais são os contatos?

As pessoas podem conhecer o meu trabalho através do site www.victorpatrick.com.br. Lá elas encontrarão os vídeos da minha participação no Programa da National Geographic, os depoimentos das mais diversas pessoas que passaram a utilizar as estratégias propostas e conseguiram grandes resultados, como também, toda a programação do curso que será desenvolvido aqui em Lavras. Aliás, o controle das 20 vagas é feito também pelo site. Quem quiser fazê-lo deve se inscrever pelo site. E os telefones para contatos pessoais são (38) 9120-6744 (operadora tim) e (38) 9107-7740 (operadora vivo). Lembro que os dois telefones têm WhatsApp que facilita o contato.

Clique AQUI e comente no facebook do Jornal de Lavras

 
www.jornaldelavras.com.br 
A informação a um click de você
#jornaldelavras Eduardo Cicarelli Sabrina Cicareli

Leia também:

Comerciante de Lavras foi conduzida até a delegacia por vender bebida alcoólica para menores Parecer favorável da CCJ pode resultar em devolução de verbas para o Executivo
   
Dois lavrenses serão agraciados com a Medalha "Juscelino Kubistchek" Homem foi preso acusado de abusar sexualmente de crianças nas dependências do Lavras Tênis Clube
   
Pedestre é atingido no rosto por linha chilena em bairro de Lavras Campus 2 do Unilavras foi inaugurado em Lavras - veja fotos
.

Flashes de Notícias:

Projeto Influencers na Net nas escolas municipais Queijo lavrense premiado no Concurso Mundial de Queijos
   
Briga com facada no Centro de Lavras 1ª Edição do Fest Vai
.  

Blog Sabrina Cicareli:

Série Viajadamente no Peru - Parte 6 - Lima Série Viajadamente no Peru - Parte 5 - Machu Picchu
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 4 - Machu Picchu Série Viajadamente no Peru - Parte 3 - Cusco
   
Série Viajadamente no Peru - Parte 2 - Cusco Série Viajadamente no Peru - Parte 1 - Cusco

.

Voltar Envie para um amigo


 www.jornaldelavras.com.br - A informação a um click de você
Lavras/MG
WhatsApp: (35) 9 9925-5481
Instagram: @jornaldelavras 
Twitter: twitter.com/jlavras 
Facebook: www.facebook.com/jornaldelavras